Dados relevantes sobre o setor de agronegócio que você deve considerar

Com o Brasil passando por uma recessão econômica, muitos setores estão sentindo a repercussão da crise diretamente no bolso. O setor de agronegócio não sai ileso. A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) divulga que, em 2014, o PIB nacional teve 21,4% de participação desse setor, enquanto que, em 2015, houve um acréscimo, passando para 23% (ressalta-se que foi o único setor com PIB positivo na economia brasileira do período).

Entretanto, é previsto que o agronegócio não fique tão imune a essa recessão econômica, podendo sofrer uma queda considerável.  Isso se dá pela diminuição de investimentos no setor e falta de adequação das políticas relacionadas às reformas tributária e trabalhista. Porém, alguns analistas indicam que, mesmo que o setor sofra uma queda, terá um aumento de 1,5% a 2,2% nos próximos meses.

Dados sobre o milho e a soja

É previsto que a safra do milho e da soja seja um dos principais fatores do crescimento do agronegócio no ano de 2016. E mesmo que esteja ocorrendo retração de crédito no setor, dificultando a manutenção do plantio em si, espera-se que o cenário seja muito promissor, devido ao fato de essas mesmas safras terem sido importantes para o crescimento do PIB em 2015.

Sobre as aves e os suínos

De acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), é provável que haja o crescimento desses setores agropecuários, devido à alta competitividade e ao fator da exportação, que tende a aumentar também. Porém, é preciso ressaltar que a questão relativa ao câmbio é ainda uma incógnita, por conta dos altos e baixos da moeda americana, principalmente, além da situação política brasileira em crise, o que influencia muito.

Abrir mercados a longo prazo

A Sociedade Brasileira Rural (SRB), estima-se que o setor de agronegócio sinta um importante impulso, por parte do governo brasileiro ao abrir portas para o mercado exterior.  Aliás, para a safra de 2016/2017, a probabilidade de o setor ser o carro-chefe para a economia brasileira é grande. Logo, o objetivo é encontrar mais opções para fechar parcerias e injetar mais investimentos neste setor de agronegócio.

Comparações com outros setores

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), informa que, em comparação a outros setores, como os da indústria e de serviço, no ano passado foi o setor de agronegócio que saiu à frente, com o percentual positivo de 1,8%, enquanto que a indústria teve a atividade reduzida em 6,2% e os serviços caindo 2,7%.

Pode-se dizer então que o setor de agronegócio nunca teve tanta expansão como está ocorrendo nos últimos anos. Os dados referentes à agropecuária são promissores, principalmente se observarmos a sua evolução e a relação que existe entre os outros setores.

Deu para perceber o quanto as estatísticas a respeito do setor de agronegócio mostram a realidade do país, expondo informações relevantes para que possamos continuar crescendo economicamente? Destacamos que investir em melhorias e em estratégias de marketing, é uma das melhores formas de se blindar e fazer o negócio crescer diante deste cenário.

Para saber mais a respeito, cadastre- se aqui e receba conteúdos exclusivos!

 

Saiba mais:

conteudos-ricos-para-textos-no-blog-3_ev_siteauriverde

EV Comunicação

A EV é uma agência de publicidade e propaganda especializada na comunicação que gera resultado com mais de 10 anos de trajetória. Aliando estratégias e planejamento, desenvolvemos trabalhos voltados às reais necessidades de cada cliente, conectando pessoas às marcas com soluções ousadas e criativas.

Deixe uma resposta