Investir em uma marca é investir na diferenciação

O desconhecimento do que seja uma marca e da sua importância estratégica para o negócio, é a principal barreira que as PME’s – Pequenas e Médias Empresas enfrentam. Uma marca sinaliza ao consumidor a origem do produto e protege tanto o consumidor quanto o fabricante dos concorrentes que oferecem itens que pareçam idênticos.

A boa comunicação é essencial para todas as empresas, uma vez que há tanta concorrência, para sobreviver no mercado é necessário algo a mais. Existe uma série de situações em que uma estratégia de Branding projeta a necessidade do consumidor: realizar um acompanhamento próximo do crescimento da marca envolvido pelo design do produto ou serviço, pela interação deste com o consumidor, embalagem, design gráfico, onde o produto será comercializado, treinamento das pessoas, espaço virtual, mídias sociais, entre outras questões.

Ao escolher uma marca, os consumidores hoje buscam maximizar o retorno de seu investimento, venha este em forma de prazer, conhecimento, segurança, aparência ou moeda social. Este conjunto de ações ligadas à administração das marcas, chamado Branding, mesmo que a atuação seja somente local, deve-se buscar a otimização do valor dela em relação ao faturamento gerado. A estratégia de marca é construída a partir de uma visão que deve estar alinhada com a estratégia de marketing.

No mundo das novas tecnologias da informação, as relações com os produtos sofreram alterações intensificando a importância do papel que a marca passa a exercer. O usuário aguarda uma experiência singular, motivo pelo qual essa experiência deve ser muito bem planejada. Bem como desenvolver planejamentos estratégicos, planos de marketing e de comunicação, as empresas devem criar estratégias de marca. Tais estratégias permitem preservar a essência da empresa, auxiliando a profissionalizar até empresas familiares.

As empresas investem milhões de dólares por ano na construção de identidades visuais que contemplem o seu DNA e que consigam transmiti-lo aos seus consumidores, por isso, é importante pensar, ver e usar as marcas tendo como suporte um manual que possa ser um guia de aplicação correta destas ações. Confira neste link uma sugestão de manual resumido do correto uso e aplicação de uma marca.

As marcas se constroem sólidas e com potencial econômico se tiver uma ligação emocional com os seus consumidores. Esta ligação pode ser construída de diversas maneiras: produtos, experiências, ligação afetiva, preço, entre outras. Porém, toda ligação passa por reações cerebrais e é sabido que 35% do “trabalho” cerebral dedica-se à visão. Então, as marcas que construírem seu conceito e estratégia a partir da “forma” visual terá a sua possibilidade de sucesso ampliada.

Empreendedores antenados percebem a necessidade de manter a marca alinhada com o conceito da empresa. Uma vez que são muitos os clientes e fornecedores que podem não entender qual é o principal negócio da empresa. Ter uma identidade própria e uma marca atrativa é uma necessidade, independente do tamanho da empresa. A marca precisa ter uma relação próxima com o mercado e o consumidor e, também, transmitir o conceito da empresa. Branding sempre foi a criação de laços emocionais entre a marca e o consumidor.

 

Saiba mais:

conteudos-ricos-para-textos-no-blog-3_ev_brandbook

EV Comunicação

A EV é uma agência de publicidade e propaganda especializada na comunicação que gera resultado com mais de 10 anos de trajetória. Aliando estratégias e planejamento, desenvolvemos trabalhos voltados às reais necessidades de cada cliente, conectando pessoas às marcas com soluções ousadas e criativas.

Deixe uma resposta